Siga o Portal do Holanda

Sobre a ameaça de greve no PS 28 de Agosto

Publicado

em

É compreensível a angústia de servidores que trabalham na linha de frente do combate a Covid-19 nos hospitais de Manaus. Risco de contaminação, preocupação com a família, condições precárias de trabalho. Mas a ameaça de paralisação  destrói a confiança  que a sociedade deposita neles e enfraquece a retarguarda que representam na batalha contra a pandemia.

Independentemente de gestores arrogantes e desalinhados com essa tarefa, e do aparato defensivo que não é disponibilizado aos profissionais de saúde - médicos, enfermeiros, auxiliares e pessoal  de apoio - faxineiros, zeladores - são neste momento  a última trincheira contra um inimigo  que ameaça todo um Estado.

Não é uma luta por salários ou condições de trabalho - que deve, sim, ser melhorada. É uma luta pela vida, que já mobiliza voluntários, mas sem essa capacidade que os servidores têm de armar estratégias de combate, de defender quem está sob ataque.

É pena que os governos não façam a parte deles, que é manter esse exército da salvação motivado. Mas essa não é uma luta apenas de governos. É uma luta de todos nós. Não é hora de recuar, de fugir da batalha, de virar as costas para a sociedade.

Essa guerra vai acabar em algum momento, com perdas infinitamente maiores que as registradas até aqui, mas ao final venceremos. E a sociedade saberá reconhecer seus heróis, sem deixar de apontar o dedo para os violões.

 


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.