Siga o Portal do Holanda

Preocupação

Paulo Guedes afirma que ‘como cidadão’ quer ficar em casa isolado

Publicado

em

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

CPI da Seduc revela racha na base do governo e pânico na Assembleia


Em declaração durante videoconferência com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), no último domingo (29), o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que, “como cidadão” quer “ ficar em casa e fazer o isolamento” seguindo a recomendação dos órgãos de saúde contra a pandemia do coronavírus. Em paralelo, como economia, ele disse que gostaria que a atividade econômica estivesse ativa no Brasil. 

O ministro enfatizou que a recomendação é manter o isolamento social para que se evite a propagação do vírus. “Eu mesmo, como economista, gostaria que pudéssemos manter a produção, voltar o mais rápido possível. Eu, como cidadão, segundo o conhecimento do pessoal da Saúde, ao contrário, quero ficar em casa e fazer o isolamento”, declarou Guedes. 

A preocupação com os impactos causados pela interrupção da atividade econômica no país foi demonstrada pelo ministro, mas ele disse que deve se respeitar o período determinado pela Saúde contra a pandemia e que será preciso avaliar bem como equilibrar as duas situações. 

“Para a saúde, aparentemente, você precisa desses dois ou três meses. Então, nós estamos aí esticados, espremidos, porque mais de dois, três meses a economia não aguenta. Mas menos de dois, três meses, parece que a saúde também se precipita. Nós temos que estar atentos. Temos que ter respeito pela opinião dos dois lados. Vamos conversar sobre isso de uma forma construtiva”, frisou o ministro.




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.