Siga o Portal do Holanda

Esportes

Boca vence, mas River avança à final da Libertadores

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O River Plate está na final da Libertadores. O Boca Juniors venceu a partida desta terça-feira (22), na Bombonera, por 1 a 0, com gol de Hurtado. A vaga na decisão, porém, ficou com os Millonarios, que fizeram 2 a 0 na ida.

Atual campeão da Libertadores, o River agora aguarda Flamengo ou Grêmio, que decidem nesta quarta, no Maracanã, o outro finalista. A decisão está marcada para dia 23 de novembro no Estádio Nacional, em Santiago, no Chile.

A partida desta terça começou mais de 15 minutos atrasada por causa da grande quantidade de papel no gramado lançada por torcedores do Boca.

Com a bola rolando, os donos da casa começaram melhor e chegaram a marcar aos 21 minutos com Salvio. Porém, o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio anulou o gol. A bola bateu na mão de Más antes de sobrar para Salvio.

Na reta final do primeiro tempo, Armani apareceu duas vezes para salvar o River. Na segunda, ele fez bela defesa à queima-roupa após Enzo Pérez desviar para trás e quase marcar contra.

O Boca continuou pressionando no início da etapa final, mas Ábila se enrolou e chutou em cima da marcação logo no primeiro minuto. Depois disso, foram só mais dois chutes sem perigo até os 20 minutos.

O jogo ganhou novo ânimo depois que Hurtado aproveitou sobra na área e abriu o placar para o Boca aos 34 minutos. Os Xeneizes precisavam de mais um gol para levar a decisão para os pênaltis.

A partir daí, foi pressão do Boca. Aos 42, Más cabeceou com perigo para fora após cruzamento de Zárate. Em mais uma bola alta na área, Armani apareceu para defender mais uma cabeçada, assegurando a classificação do River.



BOCA JUNIORS

Andrada, Buffarini, Lisandro López, Izquierdoz, Más; Marcone, Almendra (Zarate), MacAllister (Villa); Salvio, Ábila (Hurtado), Tévez. T.: Gustavo Alfaro



RIVER PLATE

Armani; Montiel, Martínez, Pinola, Casco (Díaz); Enzo Pérez, Ignacio Fernández, Exequiel Palacios, De la Cruz; Borré (Scocco), Matías Suárez (Pratto). T.: Marcelo Gallardo



Estádio: La Bombonera, em Buenos Aires (ARG)

Juiz: Wilton Pereira Sampaio (BRA)

Cartões amarelos: Marcone, MacAllister, Tévez (Boca); Martínez, Díaz, Enzo Pérez, Ignacio Fernández, Scocco (River)

Gol: Hurtado, aos 34min do segundo tempo

Sobre a chacina de sábado em Manaus: 'Ainda tem alguém vivo aí dentro dessa casa?'

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.