Siga o Portal do Holanda

Policial

Marido se desespera após mulher e bebê morrerem no parto; médicos foram negligentes, diz família

Publicado

em

Manaus/AM - Ila Arantes Fernandes, de 35 anos,  e a bebê morreram na noite desta sábado (16), horas após o parto, na maternidade Balbina Mestrinho, em Manaus.

Segundo familiares, Ila esperou mais de 24 horas para ser conduzida a uma sala de cirurgia, mesmo com sangramentos. Segundo o esposo da vítima, a mulher deu entrada na maternidade da noite de quinta-feira, recebeu um medicamento, mas a dor não passava e o sangramento não parava. O esposo da vítima disse que chegou a procurar os médicos de plantão mas foi informado de que a situação de sua mulher não era grave e que ela teria parto normal.

O marido da vítima disse que ela foi internada na tarde de sexta-feira (16) e desde então, não recebeu mais informações sobre sua esposa até ser comunicado sobre as mortes. Ila estava no penúltimo mês de gestação.

A SUSAM, se manifestou por meio de nota:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO

A paciente I.A.F entrou na maternidade Balbina Mestrinho aos 0:12 de sexta-feira, 15/02, queixando-se de dor no baixo ventre e febre de seis dias.

Foi imediatamente internada para acompanhamento clínico em enfermaria de alto risco.

Em nenhum momento houve falta de leito ou de assistência à gestante. Uma vez que o exame apontou gravidez de 34 semanas e frequência de 127 batimentos cardíacos fetais, sem sinais de gravidade presentes, preservou-se o bebê, aguardando a maturidade fetal.

O tratamento inicial à paciente seguiu protocolo, focando na infecção do trato urinário e no monitoramento por ameaça de parto prematuro.

No dia seguinte, o quadro evoluiu com descolamento prematuro de placenta e, durante a cesariana, por volta das 15h, foi constatada a morte do bebê. A mãe teve forte hemorragia, tendo sido submetida a transfusão de sangue.

Em seguida, a paciente foi encaminha à UTI, mas não resistiu, indo a óbito após três paradas cardíacas.

Desespero - No momento em que recebeu a notícia das perdas da mãe e do bebê, o pai da criança ficou transtornado e tentou quebrar a máquina de lanche e outros objetos da recepção da maternidade.

Os seguranças foram chamados para conter o pai.

O serviço social prestou assistência à família, incluindo locomoção para a resolutividade dos trâmites póstumos.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) lamenta a perda para a família e abrirá sindicância para apurar as circunstâncias do atendimento e as responsabilidades, caso seja constata falhas nos procedimentos."

 

 

 

Portal do Holanda é o site mais acessado no Amazonas, segundo o IVC

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1 minuto nerd - toy story 4 e aladdin

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.