Siga o Portal do Holanda

Policial

Suspeito de matar engenheira em Manaus, dirigiu carro com corpo da vítima por horas

Publicado

em

O que o governador Wilson Lima não pode controlar


Manaus/AM - Jeferson Borges de Souza, 34, foi preso na tarde de quinta-feira (9), por volta das 14h, em uma rua do bairro Cidade Nova zona Norte, em cumprimento a mandado de prisão temporária por suspeita de estrangular até a morte a engenheira Andréia Defavari Vasconcelos, 46.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, o corpo da vítima foi encontrado no dia 4 deste mês, no estacionamento do Hospital 28 de Agosto.

“A vítima tinha os clientes que fazia empréstimo, e o Jeferson junto com outra mulher fazia cobranças por ela. Sendo que alguns dos cliente não pagavam na data combinada, segundo ele informou. Ele conta que a vítima se aborreceu e tentou fazer pressão para ele receber esses valores atrasados”, disse.

Segundo o delegado, a engenheira realizava empréstimos de dinheiro a juros e Jeferson trabalhava para ela realizando a cobrança dos valores. Na tarde da última sexta-feira (3), por volta das 17h40, os dois se encontraram no bairro Santo Agostinho, zona Oeste.

“No dia do crime ele foi a casa dela para levar a vítima no bairro de Santo Agostinho, em uma casa de um cliente que estava com pagamento em atraso. Ela chegou de carro e ele de moto. Ele estaciona a moto e entra no carro dela, imagens de câmeras mostra o momento em que o carro disparo a buzina e o alarma, eu acredito que nesse momento ele a estrangulou”, comentou.

Na ocasião, após exigências por parte da vítima com relação aos pagamentos dos credores, Jeferson entrou no veículo da engenheira, modelo Honda Civic, de cor prata, e utilizando um cordão que estava no carro, enforcou a mulher.

“Após a mulher estar morta, ele coloca ela no banco traseiro, leva ela no Tarumã, para abandonar o carro, mas desiste e vai pro estacionamento do Hospital 28 de Agosto onde ele deixa o carro. De lá ele pegou um mototáxi e voltou pro Santo Agostinha para buscar sua moto”, destacou.

Conforme Paulo Martins, após o crime, Jeferson seguiu até o bairro Tarumã, também na zona Oeste, com intuito de se desafazer do corpo da engenheira, entretanto não conseguiu quando decidiu abandonar o veículo no estacionamento do hospital.

Jeferson foi indiciado por homícidio. Ao término dos trâmites da DEHS, ele será levado para audiência de custódia.

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.