Siga o Portal do Holanda

Saúde e Bem-estar

Meningite pode levar à morte e requer cuidados básicos, diz especialista

Publicado

em

Considerada uma doença preocupante, que requer cuidados por poder ser fatal, a meningite se trata de uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o sistema nervoso central no cérebro. Sendo causadas por bactérias, fungos ou vírus. O sintoma que mais chama a atenção para o problema é a rigidez na nuca.

De acordo com o infectologista do Sistema de Saúde Hapvida, Fernando Chagas, a doença do tipo bacteriana é motivo de muita preocupação pelos especialistas. “Os seus sintomas incluem febre alta, dor de cabeça e a famosa rigidez do pescoço ou da nuca. Também é normal o paciente ter mal-estar, náusea, vômito, fotofobia (aumento da sensibilidade à luz) e confusão mental. Conforme o quadro se desenvolve, acrescenta-se à lista convulsão, delírio, tremor e coma”, diz.

Segundo o especialista, a doença pode levar à morte, principalmente quando atrelada a doenças respiratórias que não são bem tratadas. “Temos que ter muito cuidado com o tratamento de infecções de garganta e de ouvido, por exemplo. Essas infecções mal curadas podem levar a algo mais sério”, completa.

A meningite causada pela bactéria Neisseria Meningitidis (menigococo) é transmitida pela via respiratória e pode levar a morte em pouco tempo pelo seu avanço rápido no corpo humano. Quando apresentar algum sintoma da doença é importante iniciar o tratamento imediatamente. Depois é que se investiga o tipo da meningite, lembrado que em alguns casos o paciente pode ficar sem enxergar, sem ouvir e até perder membros do corpo dependendo do avanço da enfermidade.

“Uma medida que reduz bastante a transmissão da meningite é a higienização das mãos e também evitar grandes aglomerados de pessoas. Tendo contato com alguém que esteja com alguma doença respiratória é importante sempre lavar as mãos e usar máscaras. Também existem vacinas para algumas formas da doença”, diz.

O diagnóstico das meningites é feito por meio de exames de sangue e líquido cerebroespinhal. Nas bacterianas o tratamento é feito com antibióticos, associados ou não a corticóides e a internação sempre é necessária. Nas virais, geralmente o tratamento é com antivirais e corticóides e nas fúngicas com antifúngicos.

Comoção nacional

Recentemente, um exemplo que causou grande comoção nacional foi a morte de um dos netos do ex-presidente Lula, de 7 anos, que foi vítima de meningite. Segundo o infectologista, a meningite meningocócica, que atingiu a criança, é transmitida pela via respiratória e pode levar a morte em pouco tempo pelo seu avanço rápido no corpo humano. “Conforme o quadro se desenvolve, acrescenta-se à lista dos sintomas citados a convulsão, delírio, tremor e coma. Ao ter contato íntimo com pessoas que tenham tido esse tipo de meningite é válido procurar assistência médica para fazer o uso de medicamentos que matam a bactéria”, completa.

Para finalizar, o especialista explica que o diagnóstico das meningites é feito por meio de uma punção em que se faz retirada do líquido presente entre as meninges. Essa punção, cerebroespinhal é feita diretamente na coluna.

 

Governador se protege da violência em carros blindados. E a população?

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.